Manancial FM
China volta a apertar o cerco na província de Henan

 

A província de Henan, na China, onde aconteceu um avivamento 60 anos atrás, está sendo alvo da determinação do governo de não tolerar igrejas domésticas não registradas. Mais de cem igrejas já foram vítimas desse esforço, nos quais autoridades punem cristãos, exortando-os a deixar para trás o "pensamento supersticioso" e, em vez disso, voltarem-se para o Partido Comunista em busca de inspiração e esperança.

Em um caso, autoridades trouxeram representantes do serviço de eletricidade, que desconectaram o abastecimento de energia elétrica para o prédio onde uma igreja funcionava. Sem se deixar intimidar, depois que a polícia saiu, os cristãos continuaram a reunião no escuro. Eles usaram seus celulares para ler. Em outros casos, o pastor e líderes da igreja foram detidos para interrogatório, mas a maioria foi liberada em seguida.

Em um dos casos em Henan, a secretaria do Partido Comunista esperou que todos os cristãos saíssem para trabalhar no campo para levar um grupo para tirar a cruz do templo e rasgar cartazes com os dez mandamentos e o credo dos apóstolos.

O irmão Liu, de Henan, compartilha conosco seu apelo: “Estamos claramente no meio de uma batalha espiritual e precisamos orar para que o Senhor silencie o espírito de destruição por trás disso tudo”. Ele nos pede para orar por nossos irmãos e irmãs que se encontram na mira dessa última onda de repressão, para que experimentem a realidade de Isaías 40.31, que diz: “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam”.

 

Autor: Portas Abertas

Postada em: 19/10/2018

 

 

 

PEÇA SUA MÚSICA




Codigo:



Manancial FM Pecém-CE Todos Direitos Reservados


Desenvolvido e Hospedado por F5 Solutions